Ordem dos Advogados pretende restringir o acesso à advocacia

O Conselho Geral da Ordem dos Advogados aprovou uma proposta de alteração legislativa que visa restringir o acesso à advocacia, impondo aos candidatos, para além da licenciatura, um mestrado em direito.
A proposta foi agora publicada no sítio da Ordem dos Advogados.
A Ordem insiste, por outro lado, na manutenção de um «esquema» de formação por ela monopolizado e que é considerado controverso por muitos advogados, que consideram que ele pouco acrescenta à formação que os candidatos trazem das universidades.
A proposta não acrescenta nada de positivo e discrimina os novos candidatos à advocacia, dificultando o seu acesso ao mercado do trabalho e onerando a sua formação a beneficio dos interesses dos que, talvez por não terem clientela, se dedicam ao negócio do ensino.
Melhor fora que alguém pensasse em criar bolsas de formação para os candidatos mais carenciados poderem fazer os seus estágios profissionais em escritórios de advogados.
Compartilhar

Leave a Reply