[:pb]MRA apoia lesados do BES e propõe ações judiciais[:]

[:pb]A MRA, que integra o CDIBES, vai proceder a algumas mudanças na sua organização, de forma a poder aumentar a equipa que presta serviços aos lesados do Banco Espírito Santo.

Passado mais de um ano, os tribunais têm tratado de forma muito descuidada os procedimentos para a defesa dos direitos dos lesados do BES.

A critica estende-se a todas as jurisdições.

De outro lado, as autoridades parecem dispostas a abafar o “caso BES” sem pagar nada a ninguém, o que justifica que lhes lembremos que há tribunais.

A única hipótese de manter os direitos, perante as violações a que o Banco Portugal e o Estado procederam,  passa por intentar ações.

A par de diversas ações coletivas, a que  todos os dias se associam novos interessados, estamos a intentar ações individuais em todos aqueles casos em que é manifesta a fraude por parte dos funcionários bancários.

Mais informação[:]

Compartilhar

Leave a Reply