Ministra brasileira critica política europeia dos biocombustíveis

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, defendeu que o país não exporte a matéria-prima do biocombustível, mas o produto já processado. Segundo ela, há interesse da União Européia em “nos especializar em fornecedores de matéria-prima, coisa que não é do nosso interesse”.
Dilma falou,segunda-feira (13), em palestra durante o seminário Biocombustíveis: a Nova Fronteira da Energia. A ministra criticou o plano da União Européia que, segundo ela, tem como foco para a utilização de energias renováveis a utilização do biodiesel a partir da importação da matéria-prima para a produção de energia.
O Brasil tem manifestado a maior abertura ao investimento estrangeiro nesta área, com a condição de a produção e o processamento dos biocombustíveis ser feito no país.

Fonte: Portugal Digital e Agência Brasil

Compartilhar

Leave a Reply