MAI discursa sobre nova política de imigração

«Por si só, a imigração não constitui pois a solução a longo prazo para a diminuição da taxa de natalidade e o envelhecimento da população. Mas, a curto e médio prazo, a imigração laboral – no quadro do conjunto de medidas da Estratégia de Lisboa destinadas a aumentar a competitividade da economia da UE – pode contribuir para compensar as consequências desta evolução demográfica, revelar-se crucial para a satisfação das necessidades do mercado laboral, e assegurar o crescimento económico. Há, de facto, necessidade de mão-de-obra em determinados sectores da economia da UE que não pode ser compensada pelo mercado de trabalho interno, fenómeno que se verifica em todo o leque de ocupações, desde os trabalhadores ditos indiferenciados até aos quadros altamente qualificados. »

Palavras do Ministro da Administração Interna, Rui Pereira, num interessante discurso sobre a política europeia da imigração

Compartilhar

Leave a Reply