Lula promete adoptar posição dura nas negociações com a UE

“Acho que vamos avançar”, acrescentou. “Bilateralmente podemos oferecer coisas que não podemos oferecer multilateralmente”, afirmou Celso Amorim a propósito das negociações com a UE.
Brasília, no entanto, será firme em suas posições, e o diálogo com a UE não será fácil. “Se não abrirem mão nas questões da agricultura, não haverá diálogo”, afirmou quinta-feira o presidente Lula, referindo-se à UE. (Fonte: A Tarde)
No mesmo dia, Lula criticou os EUA, afirmando que o país, em vez de reduzir os subsídios agrícolas — como querem os países em desenvolvimento –, pretendia, na prática, aumentá-los. (Fonte: Reuters).

Há, manifestamente, um estado de tensão entre os que querem uma negociação sincera com a UE e os que pretendem, a todo o transe, evitar o seu sucesso, favorecendo um relacionamento com os Estados Unidos.
Muita coisa para ler nas entrelinhas.

Compartilhar

Leave a Reply