Governo aposta na justiça de pé descalço

O governo português aprovou legislação aumentando o valor da alçada dos julgados de paz para 15.000 euros, um valor elevadíssimo num momento como atual, em que as famílias se debatem com a maior crise dos últimos 100 anos.
Por essa via, o governo privilegia a chamada “justiça de pé descalço”, administrada por juizes que não são magistrados, na hipótese de o litigio não ter sido resolvido por via da mediação.
Estas reformas aumentam, de forma grave, a insegurança jurídica em Portugal.

Estão a fazer tudo para transformar Portugal num país ultra-periférico.

Ver mais

 

Compartilhar

Leave a Reply