Começou o branqueamento na Justiça

Cito um texto do ECO.

E questionavel qual o interesse do governo em criar a maior crise de sempre na Justiça.

O Estado tem que pagar aos juizes e aos procuradores; e eles pode trabalhar em casa. Como os advogados.

Porque é que os debates instrutorios os julgamentos não se fazer por videoconferência?

É uma pequenissam alteração legislativa.

Têm medo de que a moda possa pegar.

E aqui fica o texto do ECO:

Mais um processo adiado na Justiça portuguesa devido à pandemia Covid-19. Após o debate instrutório da Operação Marquês ter sido suspenso, o juiz Carlos Alexandre adiou sem nova data o debate instrutório do processo Tancos.

O anúncio foi dado pelo magistrado através de um despacho que chegou esta quinta-feira aos advogados. Vários advogados envolvidos no processo alertaram o juiz, através de requerimentos, que o debate de instrutório implicaria que estivessem na mesma sala mais de cem pessoas, indo ao desencontro das recomendações da Direção-Geral de Saúde.

Com sete dos 23 arguidos em prisão preventiva, este processo inseria-se na exceção dada pelo Conselho Superior de Magistratura, que só permitia que prosseguissem os casos que pusessem em causa direitos fundamentais. Ainda, Carlos Alexandre considerou que não estavam reunidas as condições para continuar a fase processual.

Compartilhar

Leave a Reply