Brasil: Ministério do Trabalho classifica trabalhadores do sexo

«Batalham programas sexuais em locais privados, vias públicas e garimpos; atendem e acompanham clientes homens e mulheres, de orientações sexuais diversas; administram orçamentos individuais e familiares; promovem a organização da categoria. Realizam ações educativas no campo da sexualidade; propagandeiam os serviços prestados. As atividades são exercidas seguindo normas e procedimentos que minimizam as vulnerabilidades da profissão.» Esta é a «descrição sumária» feita pelo Ministério do Trabalho do Brasil para a profissão com o código 5198-05, sob a epígrafe «trabalhadores do sexo».

Vale a pena uma visita ao site…

Compartilhar

Leave a Reply