Barroso defende aproximação comercial Brasil – UE

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, defendeu, em São Paulo, uma maior aproximação comercial entre o Brasil e a União Europeia.
«O mundo globalizado em que vivemos é um mundo multilateral, um mundo de parcerias e de integração regional e que nenhum país, por maior que seja, pode vencer isoladamente desafios globais como as alterações climáticas, a segurança energética ou o terrorismo internacional», disse.
«Para desafios globais, precisamos de respostas globais», afirmou Durão Barroso, durante uma cerimónia em que recebeu o título de «doutor honoris causa» da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.
«Nesse mundo cada vez mais interdependente, a cooperação entre um líder regional como o Brasil e a União Europeia, muitas vezes referida como modelo de integração regional, seria por si só desejável e benéfica para todas as partes e para o desenvolvimento em geral», acrescentou.
Durão Barroso destacou a parceria estratégica firmada entre Brasil e UE, na cimeira de Julho de 2007, em Lisboa, em resultado das «afinidades e reflexo da nova realidade geopolítica».
O presidente da CE avançou que, no final de 2008, será realizada uma segunda cimeira UE-Brasil, sendo agora anfitrião o Brasil.

Ler mais em Dinheiro Digital

Tanto a homenagem como a conferência passaram «relativamente» despercebidas, nomeadamente na comunidade portuguesa, que não teve nenhuma informação da presença do presidente da comissão europeia.

Compartilhar

Leave a Reply