As novas regras da Imigração para Portugal

Todos os dias recebemos dezenas de pedidos de informação sobre as novas regras da imigração para Portugal.
Com frequência somos solicitados a dar assistência a cidadãos – especialmente brasileiros – que são retidos no aeroporto de Lisboa porque declaram à polícia que vão procurar trabalho o país.
Em tese, é admissivel que um cidadão brasileiro (que não carece de visto para entrar em Portugal) possa entrar no país para procurar trabalho. Mas, na realidade, se afirmar essa intenção à polícia de fronteiras (SEF) é repatriado.
Portugal flexibilizou a imigração e está a fazer um enorme esforço no sentido de pôr termo à imigração ilegal.
Se um cidadão brasileiro quiser ir a Portugal procurar um patrão, pode fazê-lo como turista. Pode entrar no país e permanecer nessa qualidade durante 90 dias, desde que prove na fronteira que tem consigo recursos que lhe permitem viver em Portugal durante esse tempo.
Se encontrar um patrão que lhe dê emprego deve celebrar com ele um contrato de trabalho ou um contrato-promessa de trabalho e regressar ao seu país, para pedir um visto.
Não deve viajar com a convicção de que pode ficar em Portugal, porque isso não é possível. Mas talvez nem precise de ir a Portugal para encontrar emprego.
O site oficial NetEmprego contém milhares de ofertas de emprego a que qualquer estrangeiro pode responder.
Recomendamos aos candidatos à imigração a leitura cuidadosa da FAQ do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, que responde a uma boa parte das suas questões

Compartilhar

Leave a Reply