Os intocáveis em Bruxelas e Frankfurt

Citamos

Negócios

O caso Banif mostra, de forma crua e a cores, a pouca ou nenhuma soberania que o Estado tem sobre a banca. Como estamos entregues à tecnocracia distante, absolutista e perigosamente inoperante de Bruxelas e Frankfurt.

António Varela, que foi administrador do Banif nomeado pelo Estado e vice-presidente do Banco de Portugal, já tinha deixado na comissão parlamentar de inquérito ao Banif um retrato do “modus operandi” quase “kafkiano” do processo …