Zona Euro: Portugal vai ser o que mais tarde sairá da crise , diz Ernst & Young

Um estudo divulgado pela consultora Ernst & Young conclui que Portugal deverá permanecer em recessão até 2012, sendo um dos países da Zona Euro que mais tarde sairá da crise. O outlook para Portugal divulgado hoje aponta para um recuo de 1,1% do PIB, este ano, a que se seguirá uma recessão ainda mais profunda em 2011 (-1,5%). Em 2012 espera-se que a riqueza gerada em Portugal cresça 1,1% face ao ano anterior.

O desemprego irá aumentar este ano e em 2011, devendo atingir os 11,8%. O consumo privado deverá crescer 0,2% este ano, para cair 2,2% em 2011.
Espera-se ainda uma queda acentuada no investimento, de 3,6% e de 1,1% em 2011.

Caso se confirmem os valores avançados pela consultora, Portugal, Espanha e Grécia serão os países da Zona Euro que se deverão manter em recessão este ano.

O plano de austeridade implementado pelo governo é apontado pela Ernst & Young como um dos entraves ao desenvolvimento do quadro macroeconómico, com consequências no consumo privado, no rendimento e nos níveis de desemprego.

MRA Alliance/ionline

Leave a Reply