Venezuela pondera transferir reservas internacionais para China, Rússia e Brasil

O Governo venezuelano pondera transferir as reservas internacionais que tem atualmente na Europa e nos Estados Unidos para bancos da China, Rússia e Brasil, segundo um documento divulgado hoje pela oposição.

O anúncio foi feito pelo deputado da oposição Júlio Montoya, que criticou o Governo por não informar das suas intenções, questionando se a China e a Rússia teriam “exigido ao presidente Hugo Chávez o depósito das reservas internacionais, tendo em vista o endividamento” da Venezuela.

O documento, de 12 páginas, terá sido apresentado recentemente ao primeiro mandatário venezuelano pelo ministro de Planeamento e Finanças, Jorge Giordani, e o presidente do Banco Central da Venezuela, Nelson Merentes.

MRA Alliance/Lusa

Leave a Reply