UE: Presidente do fundo de resgate diz que Portugal e Espanha não precisam de ajuda

euro_notas11.jpgO presidente do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF) afirmou, numa entrevista à rádio pública austríaca, que, neste momento, não espera que Portugal e Espanha necessitem de pedir o resgate à instituição que lidera.

«Nesta altura parece que a Irlanda será o único país a recorrer ao FEEF. Já não vejo qualquer necessidade de ajudar a Espanha», afirmou Klaus Regling à rádio ORF, acrescentando que «Portugal ainda tem que fazer algum trabalho» para evitar o resgate internacional.

Apesar de o FEEF ter recursos disponíveis para ajudar os países europeus sob a mira dos mercados, «actualmente, usá-los não parece ser necessário», reforçou o presidente, citado pela agência de informação financeira Bloomberg.

«Os mercados estão a especular sobre se um país como Portugal poderá ter que recorrer à ajuda», salientou, realçando que «outros países que até há algumas semanas e meses os mercados também pensavam que necessitariam de ser resgatados estão hoje num diferente estádio de desenvolvimento».

Regling sublinhou que «em Espanha, as extensas medidas de consolidação orçamental e as reformas estruturais realizadas» levaram os mercados a aceitarem que aquele país «não precisa de nenhum dinheiro» do fundo de resgate europeu.

MRA Alliance/TSF

Leave a Reply