UE-EUA: Americanos recusam negociar política de vistos directamente com Bruxelas

visto de entrada nos EUAO governo americano mantêm-se inflexível: as negociações sobre a emissão de vistos de entrada nos EUA serão realizadas com cada um dos 27 estados membros e não em “pacote”, com a Comissão Europeia (CE), enquanto representante dos 27 estados membros. O Secretário americano da Segurança Interna, Michael Chertoff, informou a CE durante uma reunião realizada ontem, na Eslovénia. Washington recusa-se a negociar em bloco, argumentando querer garantias de que cada país membro da UE cumpre as rígidas normas americanas de segurança no trânsito fronteiriço intercontinental.

A CE discorda da posição americana com o argumento de que acordos bilaterais entre países – como os assinados com a República Checa, Estónia e Letónia – minam a unidade europeia, prejudicam a estratégia negocial da UE, e podem violar regras vigentes na União sobre segurança aérea e protecção de dados. Os Estados Unidos, segundo os acordos já assinados, impõem a presença a bordo dos aviões das companhias americanas de agentes policiais armados e exigem informação pessoal sobre os passageiros europeus que ultrapassam as exigidas pela legislação anti-terrorista europeia e que já integram um acordo UE-EUA, ainda em vigor. Fonte: News-Yahoo

Leave a Reply