Turismo europeu cresceu menos de metade do que o mundial, em 2010

wto.jpgO barómetro mundial do turismo, cujos dados iniciais foram hoje revelados pela Organização Mundial do Turismo (OMT), em Madrid, mostra que, em 2010, o total de turistas aumentou 6,7% para 935 milhões a nível mundial, tendo a maioria dos destinos turísticos registado resultados positivos. O secretário-geral da OMT, Taleb Rifai, afirmou que os dados confirmam a “recuperação de forma sólida” do sector, em alguns casos “acima do que muitos especialistas previam”, mas que a recuperação “não é isenta de risco”.

Todas as regiões recuperaram “de forma diferente”, explicou o responsável da organização, com “a recuperação liderada pelos destinos emergentes”, que aumentaram 8%, tendo os destinos “mais maduros e desenvolvidos” crescido em média 5%. O Médio Oriente foi o destino com o maior crescimento (60 milhões/+14% de visitantes) muito aquém da Ásia, que lidera o crescimento em termos de valor, totalizando 204 milhões de turistas (+13% que em 2009).

Com sinais menos positivos continua a Europa, que apesar de receber mais de metade dos visitantes de todo o mundo (471 milhões), o sector cresceu apenas 3% em 2010, uma recuperação “que não foi suficiente para compensar as perdas de 2009”, disse ainda o secretário-geral da OMT. O Velho Continente foi afectado na primeira metade do ano por situações como o clima e a erupção vulcânica da Islândia, que obrigou ao encerramento do espaço aéreo europeu durante vários dias.

MRA Alliance/DE

Leave a Reply