Tratado de Lisboa: UE aceitou condições impostas pela República Checa

Vaclav KlausEstá finalmente livre o caminho para a ratificação do Tratado de Lisboa que vai permitir reformar a União Europeia (UE). Os líderes dos 27 reunidos em Bruxelas aceitaram hoje a condição imposta pelo presidente checo para ratificar o tratado, segundo despachos das agências internacionais que citam fontes da presidência sueca da UE e do Governo checo.

A decisão foi tomada esta noite, no início da cimeira da UE, que termina amanhã, e anula o obstáculo à ratificação do tratado por Vaclav Klaus, o Presidente da República Checa, único país dos 27 que estava reticente relativamente à sua assinatura.

O Presidente Vaclav Klaus exigiu que a Carta dos Direitos Fundamentais, um documento anexo ao Tratado de Lisboa, não seja aplicada à República Checa, alegando que isso permitiria aos alemães expulsos da região dos Sudetas após a II Guerra Mundial exigirem indemnizações.

MRA Alliance/Agências

Leave a Reply