Tesouro britânico na Islândia para tentar recuperar poupanças bancárias

Funcionários do Departamento do Tesouro britânico estão em Reiquiavique para negociar com as autoridades a recuperação de EUR 1,25 mil milhões/ bilhões de autarquias e organizações caritativas inglesas, depositados em bancos islandeses na Grã-Bretanha. As relações bilaterais atravessam um momento de grande tensão, após Londres ter ordenado o congelamento de todos os bens de instituições bancárias islandesas para proteger os interesses dos depositantes britânicos. O primeiro-ministro islandês, Geir Haarde, acusou o Governo Brown de ter forçado a falência do banco Kapthing, o 3.º da Islândia, ao recorrer a leis anti-terrorismo para congelar os activos. O governo trabalhista garantiu os depósitos dos clientes individuais mas, até ao momento, recusou-se a extender as garantias às contas detidas por instituições. Mais de uma centena de autarquias, bem como organismos da polícia, bombeiros e autoridades de transportes inglesas são titulares de contas em bancos islandeses ameaçados de insolvência. Estima-se que as contas tituladas por empresas privadas britânicas ultrapassem EUR 10,25 mm/bi. MRA Dep. Data Mining

Leave a Reply