Tensões Rússia-CNN após censura de entrevista a Putin

As relações entre o Governo de Moscovo e a CNN poderão custar os direitos de emissão à cadeia norte-americana de televisão na Federação Russa, após a censura da entrevista com o ex-presidente e actual primeiro-ministro, Vladimir Putin, publicada em 28 de Agosto no site da emissora. As respostas de Putin ao jornalista Matthew Chance, numa conversa que durou 30 minutos, nunca foram transmitidas na íntegra pela CNN apesar da sua inegável importância política.Os telespectadores e consumidores de informação da CNN apenas tiveram acesso a fragmentos de escassos minutos cada um. Entre outras afirmações, Putin acusou militares dos Estados Unidos de terem participado na agressão da Geórgia à Ossétia do Sul, na madrugada de 7 de Agosto, e denunciou o aproveitamento do governo Bush/ Cheney para usar o conflito em benefício da candidatura presidencial do candidato republicano, John McCain. A CNN cortou as declarações de Putin sobre a história, desconhecida no Ocidente, das seculares relações entre a Rússia, a Geórgia e a Ossétia do Sul, desde o século XVIII. Os videoclips disponibilizados no site da CNN dão uma ideia distorcida do contexto e do conteúdo das declarações de Putin. As comparações podem ser feitas através dos clips disponibilizados pela CNN e da versão integral distribuída pela TV Russa através do YouTube. Deixamos a cada um o direito de analisar e de julgar. MRA Dep. Data Mining

Leave a Reply