Subprime: Bancos europeus prevêem perdas de € 120 mil milhões até 2010

Os bancos europeus estimam que os mercados de crédito ao consumo e hipotecário venham a perder entre 2008 e 2010 cerca de 120 mil milhões/bilhões (mm/bi) de euros, com o Reino Unido, Espanha e Irlanda a encabeçar esta lista, segundo um estudo elaborado em conjunto pela consultora Oliver Wyman e pela gestora de crédito Intrum Justitia. No mesmo estudo, Pablo Campos, responsável pela Oliver Wyman em Espanha e Portugal, salienta que sobre os bancos europeus já estão a pesar maiores custos de financiamento e falta de liquidez. “A descida intensiva dos preços das casas em determinados mercados, a generalizada deterioração do cenário macroeconómico e o aumento da inflação, irão levar ao aumento rápido das perdas totais deste tipo de créditos na Europa”, disse Campos. Para o gestor, em 2008, as perdas totais em hipotecas e crédito ao consumo irão alcançar os 34,7 mil milhões de euros podendo aumentar para os 42,5 mil milhões em 2009, mais 35% que os níveis alcançados em 2007. Os peritos acrescentam que, para 2009, será “fácil descrever” um cenário com perdas que alcancem os 50 mil milhões de euros com os bancos ingleses, espanhóis e irlandeses a liderar os incidentes de crédito. Porém, a maioria dos analistas acredita que os valores possam ser mais elevados, ainda que, na realidade, nem os bancos centrais arrisquem um prognóstico seguro. MRA/Agências

Leave a Reply