Será que vivemos num mundo de vigaristas?

É a pergunta que o nosso colega Miguel Reis faz, de forma directa e incisiva, no blog Portugal Global, perante os últimos anúncios políticos.
Porque é que hão-de ser os cidadãos a pagar o preço da aventuras dos bancos nos últimos tempos? Porque é que, aflitos como andam, não começam os governos por se assegurar que não desaparecem os bens dos responsáveis pela crise?
Um artigo solto, para ler atentamente.

Leave a Reply