Senado checo aprova Tratado de Lisboa mas presidente rejeita-o

Vaclav KlausO Senado da República Checa aprovou hoje o Tratado de Lisboa, com mais votos a favor do que os necessários, abrindo caminho à ratificação definitiva pelo presidente Vaclav Klaus.No entanto, segundo a Reuters, para já Klaus não vai ratificar o Tratado de Lisboa, criando um novo obstáculo ao plano.

O presidente checo garantiu que não vai aprovar o Tratado devido à rejeição dos irlandeses no ano passado e porque espera uma mudança de tribunal na República Checa.

«O Tratado de Lisboa está morto, porque foi rejeitado num referendo num Estado-Membro [Irlanda, onde está previsto novo referendo este ano]. A partir daí, a ratificação não está na ordem do dia», afirmou aos jornalistas.

Durão Barroso já se congratulou com a aprovação do Senado checo. «Depois das notícias de hoje há boas perspectivas para o referendo na Irlanda», disse o presidente da Comissão Europeia, que se encontra em Praga.

MRA Alliance/Agências

Leave a Reply