Sector empresarial do Estado está em ruptura financeira

António Nogueira Leite diz que a revisão do défice de 2010 é “mais um episódio no descontrolo e absoluta falta de rigor a que chegou o actual Ministério das Finanças” e que, ao contrário do que hoje disse Teixeira dos Santos, “ninguém pode dizer que não teremos novos impactos da nacionalização do BPN nas contas públicas”. “É por outro lado certo que teremos novos impactos no défice e na dívida com origem nas empresas do sector empresarial do Estado que estão em absoluto descontrolo e ruptura financeira”

Depois de ter sido pressionado pelo Eurostat, o Governo reviu em alta o défice do ano passado, passando de 7,3% ara 8,6%. Uma situação “previsível”, segundo Nogueira Leite, porque os “regulamentos europeus eram há muito conhecidos”. Responsáveis? “O ministro das Finanças e a instituições europeias” que conhecendo a real situação do sector empresarial público, nomeadamente o dos transportes, e regulamentos que não são de agora, nada fizeram.

MRA Alliance/DE 

Leave a Reply