São Tomé e Príncipe deverá indexar dobra ao euro

Dobra são-tomenseSão Tomé deverá ser o segundo país africano de língua portuguesa a indexar a sua moeda ao euro, uma prática muito seguida por França em relação às suas ex-colónias.

A medida surge na sequência de um acordo de paridade cambial que São Tomé e Príncipe e Portugal vão assinar esta semana.

O acordo permitirá à moeda são-tomense, a dobra, «ancorar-se ao euro», segundo explicou o director do Centro de Investigação e Análise da Politica de Desenvolvimento, Adelino Castelo David citado pela Lusa.

Cabo Verde foi o primeiro país africano de língua portuguesa a indexar, a 1 de Abril de 1998, o escudo cabo-verdiano ao escudo português e, posteriormente, ao euro. MRA Alliance/Agências

Leave a Reply