Santander Totta prevê que 2010 vai continuar a ser difícil para a banca

O presidente do Banco Santander Totta, Nuno Amado, prevê que o segundo semestre deste ano vai ser «muito duro» e não vislumbra melhorias no curto prazo, devido ao «momento do ciclo muito difícil» quando «a recessão atinge todos os países».Durante a apresentação de resultados do banco, Amado disse que 2010 não deverá  “ser mais fácil do que 2009” e admitiu a necessidade de “reforços de provisões nos próximos meses», a despeito de o Santader Totta revelar «uma solidez invejável».

Perante o actual cenário de crise, o lucro líquido do banco luso-espanhol cresceu 1,7 por cento no primeiro semestre, resultados que o banqueiro classificou como “estáveis, bons e consistentes».

A parceria no mercado angolano deu bons resultados com a redução da participação no Totta de Angola, devido à entrada da Caixa Geral de Depósitos e da Sonangol.  Segundo Nuno Amado, esta operação rendeu ao Santander Totta 28 milhões de euros.

MRA Alliance/Agências

Leave a Reply