Royal Bank of Scotland afunda-se com falta de liquidez

Os títulos europeus voltaram a cair esta manhã após um breve assomo de recuperação devido a persistentes rumores sobre novas vítimas da crise de crédito entre a nobreza da banca britânica. O diário londrino Financial Times noticiou que o RBS/Royal Bank of Scotland terá solicitado ao governo britânico uma injecção de capital. A informação provocou imediatmente a queda de 30% na cotação do banco. “O temor contagiou-se”, escreve o jornal explicando que “o RBS pode não ser a única instituição a necessitar de fundos públicos. (…) O Tesouro repetiu a sua promessa de ‘fazer o que for necessário’ para assegurar a estabilidade.” O contágio da notícia afectou as cotações dos bancos Lloyds TSB (-15,6%), do HBOS (-10,4%) e do Barclays (-13,7%). Os efeitos negativos estão também a afectar o desempenho das cotações dos títulos financeiros noutras praças europeias. Até ao final do dia, a evolução dos mercados dependerá em grande medida de eventuais acções concertadas dos bancos centrais europeu, britânico e americano para baixar as taxas de juro e dos resultados da reunião dos ministros das Finanças da UE, a decorrer em Bruxelas. A esperança cresceu após o Banco da Austrália ter cortado hoje em 1% a taxa de referência o que ajudou à recuperação moderada de alguns mercados asiáticos. MRA Dep. Data Mining

Leave a Reply