Privatizações portuguesas aguçam apetite do Estado angolano

O ministro de Estado e chefe da casa Civil da Presidência de Angola, Carlos Feijó, disse ontem em Luanda que o seu Governo está a estudar “profundamente” a possibilidade de entrada no processo de privatizações em Portugal. Em conferência de imprensa para balanço das actividades do Governo no segundo trimestre de 2011, Carlos Feijó disse que as autoridades angolanas realizaram três estudos para a análise do processo de privatizações em Portugal.

“Estudámos profundamente o programa que a troika negociou com o Governo português, estudámos profundamente o programa de Governo do partido que venceu as eleições e estudámos profundamente o programa de privatizações que Portugal pretende implementar num curto período de tempo”, referiu Carlos Feijó.

Os programas a serem apresentados à apreciação do Presidente  José Eduardo dos Santos serão aqueles que “eventualmente” possam interessar a empresas públicas ou privadas angolanas, para efeitos de cobertura governamental.

MRA Alliance/Público

Leave a Reply