Prisa e Berlusconi acertam fusão dos canais de televisão

A Prisa, proprietária do “El País”, que em Portugal é accionista maioritário da Media Capital/TVI/Rádio Clube Português, e a Mediaset, holding detida pelo primeiro-ministro italiano Sílvio Berlusconi, anunciaram ontem a fusão das televisões dos dois grupos que emitem em sinal aberto no mercado espanhol. A decisão poderá mudar, nos próximos  meses, o mapa televisivo do país vizinho.

Cuatro, o canal aberto de televisão em Espanha propriedade de Sogecable, sociedade do grupo Prisa, vai ser integrada na Telecinco, cadeia da Mediaset. Segundo a nota  divulgada à Comissão Nacional do Mercado de Valores de Espanha, a Telecinco adquire, por troca de acções, a totalidade do capital social de uma nova sociedade que incluiu a Cuatro. Do mesmo modo, a Telecinco vai adquirir uma participação de 22 por cento na Digital Plus, a plataforma digital explorada pela PRISA.

Por seu lado, o grupo espanhol receberá acções de nova emissão da Telecinco que, após um aumento de capital, equivalem a 18,3 por cento do capital total. As acções estão avaliadas em 550 milhões de euros de acordo com a cotação média do último mês. Além do mais, a Prisa receberá 500 milhões de euros em efectivo pela venda de 22 por cento de Digital Plus. Os espanhóis terão uma presença proporcional à sua participação no Conselho de Administração da Telecinco, o mesmo ocorrendo com o grupo italiano.

O grupo televisivo resultante desta fusão terá mais de 20 por cento da audiência, portanto abaixo do tecto de 27 por cento imposto pela legislação que permite fusões televisivas aprovada em Maio último pelo Governo.

Esta nova união televisiva dará lugar a um grupo com oito canais de televisão. O grande objectivo da nova holding é a exploração de uma plataforma de Televisão Digital Terrestre (TDT) por subscrição com vários canais.

“A meta é conseguir uma plataforma de TDT por subscrição que, por um preço muito acessível, possa oferecer canais de muita qualidade, com filmes, séries, entretenimento e desporto”, confirmou ontem Jaume Roures, presidente de Mediapro.

MRA Alliance/Público

Leave a Reply