Petróleo baixou em Nova Iorque, mas analistas apostam nos USD 100/barril em breve

Pataforma da norueguesa StatoilHydro no Mar do NorteOs preços do petróleo fecharam em baixa nesta quinta-feira em Nova York, depois de declarações pessimistas do presidente do Fed (Federal Reserve, o banco emissor americano) sobre a economia local, que fizeram temer uma redução da demanda de energia. Na Nymex (New York Mercantile Exchange), o barril do para entrega em Dezembro baixou US$ 0,91, fechando a US$ 95,46. A sessão de fecho do mercado de petróleo nos Estados Unidos reverteu a tendência do início do dia, com uma queda dos preços que acompanharam a baixa nas Bolsas. As cotações reagiram à declarações do presidente da Reserva Federal (Fed) americana, Ben Bernanke. O banqueiro declarou durante uma audiência perante a comissão de finanças do Congresso que “o crescimento da atividade económica vai se desacelerar sensivelmente no quarto trimestre em relação ao ritmo do terceiro trimestre” e que “deverá manter-se lento” até meados de 2008. No mercado de petróleo, a declaração fez aumentar os temores sobre “o que isso pode significar para procura energética” dos Estados Unidos, no curto prazo,por parte do primeiro consumidor daquela commodity global, afirmou um analista. Recorde-se que, esta semana, uma violenta tempestade no mar do Norte levou vários grupos de petróleo (BP, ConocoPhillips e Statoil Hydro) a fechar plataformas nas costas da Noruega, reduzindo significativamente a produção do quinto exportador mundial de crude. O mercado, contudo, continua a acreditar que a barreira dos USD 100/barril será ultrapassada, em breve. Fontes: AFP/UOL

Leave a Reply