Portugal Telecom: Estrangeiros compraram 89% da nova dívida de mil milhões

A emissão de mil milhões/um bilhão de euros de obrigações da Portugal Telecom mobilizou os investidores internacionais, com destaque para os alemães que ficaram com 30% da oferta. Em segundo lugar posicionou-se o Reino Unido, que absorveu 17% da emissão, Portugal e Espanha, ambos com 11%, e França e Itália, com 7% e 6%, respectivamente.

A Portugal Telecom realizou a operação para aproveitar a disponibilidade dos investidores na sequência da melhoria do “rating” atribuído pela Standard & Poor’s.

“Esta operação permitiu aumentar a nossa flexibilidade financeira. A PT tem uma situação financeira e de balanço sólida. com um baixo custo de dívida e uma maturidade mais longa”, afirmou o CEO Zeinal Bava, em entrevista telefónica à Reuters .

Segundo o responsável, a empresa não tem qualquer risco de refinanciamento da dívida, sublinhando que a próxima emissão será em 2012, no montante de 1.300 milhões de euros.

“A PT ficou com um custo médio de dívida de 4,4% contra o anterior de 4,3%, o que compara com 6,26% de média do sector”, disse o CEO da PT.

No final de 2008, a PT tinha uma dívida líquida de 5.571 milhões de euros, mais 27,1% do que em 2007.

MRA Alliance/Agências 

Leave a Reply