Portugal: Primeira tranche do resgate financeiro UE/FMI chega em Maio

Os contactos bilaterais entre a Comissão e Portugal nos últimos dias versaram sobre ‘timings’, instrumentos e procedimentos à disposição no quadro da UE. Se os prazos forem todos esmagados, a primeira tranche de uma ajuda financeira internacional a Portugal – nos moldes do que foi oferecido à Irlanda – deverá chegar logo no início de Maio com verbas angariadas pela Comissão Europeia (CE). Só mais tarde, o Fundo Europeu de Estabilização Financeira (FEEF) e o Fundo Monetário Internacional (FMI) estarão em condições de se juntar ao auxílio.

Durão Barroso, presidente da CE, anunciou ontem que o pedido será “tratado da forma mais expedita possível, de acordo com as regras pertinentes”. A CE recebeu à tarde o pedido do primeiro-ministro português no seguimento de alguns contactos exploratórios a nível técnico nos últimos dias, conforme noticiou ontem o Diário Económico. Barroso mostrou-se confiante que Portugal irá superar as actuais dificuldades.

Neste momento, a única soma de referência para o montante necessário para assistir Portugal é aquela que foi confirmada há duas semanas pelo presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, ou seja, 75 mil milhões de euros. Mas o Diário Económico sabe que esta ajuda poderá chegar a 90 mil milhões de euros. Confrontado pelo Diário Económico, Juncker remeteu uma reacção para sexta-feira na reunião de ministros das Finanças em Budapeste.

MRA Alliance/DE 

Leave a Reply