Portugal gastará 16 milhões de euros/dia em juros da dívida em 2011

Portugal vai gastar 16 milhões de euros por dia em juros da dívida pública em 2011, calcula o BPI. Segundo o banco a verba inscrita no OE pode ser insuficiente para responder aos juros da dívida pública portuguesa. Junho e Outubro são os meses mais críticos.

“Existe alguma probabilidade de que o valor inscrito no Orçamento de Estado não seja suficiente para acomodar os encargos com os juros previstos este ano”, escreve a economista Paula Carvalho, do BPI, num relatório a que o Diário Económico teve acesso.

Nesse documento o BPI calcula que os encargos com os juros da dívida pública vão ascender a seis mil milhões de euros em 2011, o equivalente a cerca de 16,4 milhões de euros por dia. O valor representa 3,5% do PIB português, um agravamento de 0,6 pontos percentuais face aos encargos de 2010.

O Orçamento de Estado de 2011 tem 6,54 mil milhões de euros destinados ao pagamento de juros e outros encargos relacionados com o financiamento do Estado. E nos “outros encargos” é que pode surgir o problema. “Caso os outros encargos tenham um comportamento idêntico a 2010 (250 e 500 milhões de euros em 2009 e 2010, respectivamente), o valor limite para pagamento de juros seria cerca de 6.032 milhões de euros, pelo que a margem face ao OE é praticamente nula”, explica o BPI.

MRA Alliance/DE

Leave a Reply