Portugal: 57% dos desempregados sem subsídio

Há 292 mil pessoas desempregadas e sem acesso ao subsídio de desemprego, o equivalente a 57% dos desempregados, segundo o relatório trimestral do Instituto Nacional de Estatística (INE) entretanto contestado pelo Governo, que questiona o modelo de cálculo e do próprio inquérito.

Dados obtidos pelo Diário de Notícias revelam que apenas 216 mil pessoas declararam ter recebido subsídio de desemprego durante o primeiro trimestre do ano. O documento precisa que 42% dos inscritos nos centros de emprego (159 mil pessoas) não têm acesso àquela ajuda estatal. Refira-se que o inquérito do INE só contempla os desempregados à procura de novo trabalho.

O ministro do Trabalho, Vieira da Silva, pôs em causa os dados do instituto tutelado pela Presidência do Conselho de Ministros (PCM), ao considerar que a variável relativa aos subsídios tem um comportamento “de subavaliação sistemática”.

“São dados construídos a partir de uma amostra, nem sempre presencial. Do ponto de vista do cálculo de quem está a receber subsídio de desemprego, obviamente que os dados administrativos são muito mais poderosos. Este desvio sempre existiu mas ele não tem qualquer significado”, referiu o ministro ao DN.

Em 12 meses, os dados do INE apontam para a subida da taxa de cobertura, de 36% para 43%.

MRA Alliance/DN

Leave a Reply