Número de desempregados em todo o mundo atinge 205 milhões

O ano de 2010 terminouc om 205 milhões de pessoas sem emprego, em todo o mundo, e os jovens são dos mais afectados, segundo um relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT), divulgado hoje em Genebra. Nos 56 países que recolhem dados trimestrais, como Portugal, há menos 1,7 milhões de jovens a querer trabalhar.

Agora, há mais 27 milhões e 600 mil desempregados no mundo do que em 2007, antes de a crise rebentar. Só na União Europeia, a taxa de desemprego subiu para 8,8%, sendo a taxa mundial de 6,2%. A UE regista, aliás, uma das recuperações mais lentas.

Segundo a OIT, a recuperação económica mundial está a ser mais rápida do que a descida do desemprego, sobretudo nos países desenvolvidos. Muitos deles não estão a conseguir dar resposta ao aumento da população em idade activa, revela o relatório. 

Em Portugal, a taxa de desemprego acelerou a partir do segundo trimestre de 2009, até ao final de 2010. É uma das mais elevadas da Europa. Outro dado é que, por cá, o trabalho a tempo parcial não disparou, como aconteceu na maioria dos países mais atingidos pela crise, como forma de evitarem situações como o “lay off”.

Outro dado preocupante é a taxa de desemprego jovem. Mais de 77 milhões estão no desemprego. Mas estes são apenas os dados oficiais. Pelo menos um milhão e 700 mil jovens não aparecem nestas estatísticas, porque já desistiram de procurar emprego.

MRA Alliance/RR

Leave a Reply