Musharraf é a fonte do terrorismo no Paquistão, diz Sharif

Bhutto, Sharif, MusharrafO ex-primeiro-ministro e líder oposicionista paquistanês Nawaz Sharif afirmou hoje que a fonte do terrorismo no seu país é o chefe da ditadura militar, ex-general Pervez Musharraf e exigiu mais uma vez sua renúncia. Em entrevista publicada neste sábado pelo jornal francês “Le Figaro”, o líder do PLM-N, segundo maior partido do país, disse que o “terrorismo” protagonizado por Musharraf afecta o Supremo Tribunal, o Parlamento e os media. Ele criticou o adiamento das eleições legislativas (de 8 de Janeiro para 18 de Fevereiro) na sequência do assassinato da sua rival e ex-líder do PPP (Partido Popular do Paquistão), Benazir Bhutto, em 27 de Dezembro. Sharif decidiu participar nas eleições, após ter fracassado na sua tentativa de convencer os outros partidos a boicotar a ida às urnas. Sharif propôs a formação de um governo de união nacional para supervisionar a contagem dos votos. Igualmente lamentou o apoio que Musharraf recebe do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush. Se ganhar as eleições o líder oposicionista prometeu que irá rever as relações com Washington para avaliar se são “benéficas” para o Paquistão. (pvc/agências)

Leave a Reply