Mais de meio milhão de portugueses em risco de pobreza

Mais de meio milhão de trabalhadores portugueses estão em risco de pobreza e não ganham o suficiente para proporcionar uma vida condigna à família, segundo um estudo do Observatório das Desigualdades do ISCTE, apresentado ontem em Lisboa, que aponta Portugal como um dos países da Europa com a maior disparidade da distribuição de rendimentos.

O coordenador do projeto, Renato Miguel do Carmo, referiu que os baixos salários e pouca escolarização dos trabalhadores são “os dois grandes motores das desigualdades em Portugal” e que levam a um “ciclo vicioso que tem repercussões ao nível da pobreza, do desemprego e da mobilidade social”.

MRA Alliance/Agências

Leave a Reply