Kerviel condiderado culpado no escândalo da Société Générale

Jérôme KervielO tribunal de Paris declarou hoje culpado o ex-corretor da Société Générale que lesou o banco francês em quase cinco mil milhões de euros. O francês Jerome Kerviel enfrenta agora uma pena máxima de cinco anos de prisão e uma multa de 375 mil euros, apesar de a Société Générale ter reivindicado a sua parte de 4,9 mil milhões de euros, um montante que alega ter perdido a sua culpa.

O tribunal responsabilizou o ex-corretor por “esconder” várias operações fictícias”, que também foi julgado por mais dois crimes – falsificação de documentos e entrada fraudulenta de dados num sistema de computador. A defesa do ex-corretor alegou que o banco sabia sobre o risco da operação.

“Os itens identificados pela defesa não permitem a inferência de que a Société Générale conhecia as actividades fraudulentas de Jérôme Kerviel (…)”, disse o presidente do Tribunal de Justiça.

O francês começou a ser julgado no início deste ano sobre alegadas apostas, no valor de 50 mil milhões de euros de dinheiro da Societé Générale, sem o conhecimento do banco.

“Kerviel conscientemente foi além de sua missão de corretor,” afirmou no tribunal o juiz Dominique Pauthe.

MRA Alliance/Diário Económico 

Leave a Reply