Irão recusa abandonar enriquecimento de urânio

O Governo iraniano manteve hoje a recusa de cancelar o programa de enriquecimento de urânio e classificou de “irracional e inaceitável” qualquer pressão contrária, informou a agência iraniana “Fars”. O porta-voz do Governo iraniano, Gholamhossein Elham, numa conferência de imprensa, disse que “a resposta da República Islâmica do Irão ao pacote proposto recentemente pelos seis poderes mundiais (EUA, Rússia, China, França, Reino Unido e Alemanha) não se baseará na suspensão do enriquecimento de urânio”. Elham insistiu que “qualquer pedido visando cancelar o programa é irracional e inaceitável”. Recorde-se que, no último sábado, o alto representante para a Política Externa e de Segurança Comum da UE, Javier Solana, foi a Teerão propor incentivos por parte da Alemanha e dos cinco países do Conselho de Segurança da ONU para a suspensão do programa nuclear alegadamente em curso. Elham disse que o seu país está a analisar a proposta e que, oportunamente, lhe responderá. “O Irão continuará a cooperar com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) e deseja manter conversas com os países proponentes sobre assuntos de interesse mútuo, para o progresso internacional. (…) As actividades nucleares do país são completamente transparentes”, concluiu. MRA/Agências

Leave a Reply