Irão ameaça UE após novas sanções politicas e económicas

O Ministério dos Negócios Estrangeiros iraniano condenou, esta terça-feira, as novas sanções impostas pela União Europeia. As medidas foram aprovadas ontem, com o objectivo de fazer regressar aquele país às negociações sobre o seu programa nuclear.

O porta-voz da diplomacia do Irão disse que o Governo «lamenta profundamente e condena» as novas sanções. «Estas sanções não contribuem para o avanço das discussões e não afectam a determinação do Irão em defender o seu direito legítimo de desenvolver o seu programa nuclear pacífico», sublinhou.

Ramin Mehmanparast acrescentou, segundo a agência de notícias oficial Irna, que o Irão «sempre insistiu na cooperação e entendimento (com as grandes potências sobre o seu programa nuclear), mas a decisão da União Europeia vai complicar as coisas».

«A República islâmica do Irão interpreta as novas sanções como mais um passo na política de hostilidade da União Europeia em relação à nação iraniana», afirmou. Mehmanparast alertou ainda para as «consequências negativas» para os europeus.

MRA Alliance/Agências

Leave a Reply