Independendência do Kosovo reconhecida pela UE em Março, diz DN

Kosovo e ServiaA União Europeia (UE) tem tudo a postos para proceder de forma concertada ao reconhecimento de uma Declaração Coordenada de Independência do Kosovo que, segundo a edição de hoje do Diário de Notícias, é esperada por Bruxelas entre o final de Fevereiro e o início de Março. “A presidência eslovena – acrescenta o jornal – só deverá reconhecer a soberania da província sérvia num quadro de coordenação internacional que envolva pelo menos os Estados Unidos.”
Citando fontes não identificadas da Comissão Europeia, em Bruxelas, o diário lisboeta refere que “o calendário do executivo comunitário já está delineado” precisando que “em Fevereiro a Missão Civil e Policial da UE para o Kosovo deverá estar pronta a avançar para o terreno” sendo em Março “reconhecida a soberania de Pristina.” O calendário e as medidas, de acordo com o relato do DN será definido na reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros dos 27, a realizar na Eslovénia nos dias 28 e 29 de Março.

Até lá um conjunto de outras iniciativas diplomáticas deverão ser concretizadas para dar consistência às iniciativas diplomáticas de Bruxelas: 1) Assinatura do Acordo de Associação e Estabilização (AAE) com a Sérvia ainda em Janeiro, antes das presidenciais sérvias, a 3 de Fevereiro; 2) A assinatura poderá evitar que o candidato ultranacionalista, Tomislav Nikolic, caso derrote o Presidente Boris Tadic, possa bloquear a adesão sérvia à UE integrando-se antes num bloco regional controlado pela Rússia. 3) O resultado das eleições, de acordo com a agenda de Bruxelas, poderá influenciar a reacção do país à independência do Kosovo e aceitação de uma missão da UE com a missão de assumir o comando internacional na província sob a égide das Nações Unidas. (pvc)

Leave a Reply