Imparidades no crédito custam mil milhões ao BCP, BES, BPI e Totta

No primeiro semestre, os quatro grandes bancos que já apresentaram resultados – BCP, BES, BPI e Santander Totta – registaram imparidades no crédito no valor de 1.039 milhões de euros, mais 57% que no mesmo período do ano passado.

Este valor compara com lucros de 317 milhões de euros dos bancos em questão, na primeira metade do ano. Ou seja, as imparidades com o crédito malparado foram quase três vezes superiores aos resultados líquidos. Porém, falta ainda conhecer os resultados semestrais da Caixa Geral de Depósitos (CGD), o maior banco português.

Os analistas e as fontes do sector contactadas pelo Diário Económico consideram que, à medida que a crise económica se acentuar, com empresas e fechar portas e o desemprego a crescer, haverá cada vez mais casos de incumprimento por parte das famílias e das sociedades.

“É uma tendência crescente e que se deverá manter, devido à actual conjuntura económica”, afirmou um analista contactado pelo jornal.

MRA Alliance

Leave a Reply