Iémen: Presidente Saleh atacado e ferido fugiu para a Arábia Saudita

O presidente iemenita, Ali Abdullah Saleh, deixou neste sábado o seu país em direção à Arábia Saudita para receber tratamento aos ferimentos sofridos na sexta-feira num atentado em Sana, informaram à Agência Efe fontes do Ministério de Exteriores saudita. As fontes, que pediram anonimato, não esclareceram se Saleh já chegou a Riade.
Por enquanto, nem as autoridades da Arábia Saudita nem as do Iémen confirmaram oficialmente a viagem do contestado presidente. Ao longo do dia especulou-se sobre uma possível transferência de Saleh depois de cinco altos responsáveis iemenitas, durante a madrugada, terem viajado para receber tratamento em Sana.

Entre eles contam-se o primeiro-ministro Ali Mohammed al Muyawar, os presidentes da Câmara Alta e Baixa do Parlamento, Yahia al-Rai e Abdul Aziz Abdul Ghani; o vice-primeiro-ministro para Assuntos de Defesa e de Segurança Rashad al-Alimi e o secretário adjunto do Partido do Congresso Geral Popular, no poder há várias décadas, Sadiq Amin Abu Ras.

Neste sábado, um assistente da Presidência afirmou que Saleh havia sofrido ferimentos leves na parte posterior da cabeça pelo impacto de um projétil numa mesquita do complexo presidencial, onde estava rezando na companhia dos altos quadros iemenitas.

No entanto, pairam dúvidas sobre o estado de saúde do Presidente, já que na gravação de áudio divulgada na sexta-feira era possível perceber que Saleh respirava com dificuldade.

MRA Alliance/Agências

Leave a Reply