Guiné-Bissau: Crise político-militar está ultrapassada, diz PM

Carlos Gomes Júnior - PM da Guiné-BissauO primeiro-ministro da Guiné-Bissau disse, esta sexta-feira, depois de ter reunido com o presidente guineense, Malam Bacai Sanha, que «a situação está ultrapassada» e que as instituições devem voltar a funcionar normalmente.

O chefe do governo, Carlos Gomes Júnior, foi acompanhado desde a sua casa até à Presidência da República pelo procurador-geral da República da Guiné-Bissau, Amine Michel Saad, e sob escola militar revelou o jornal Público online.

O presidente guineense vai receber ainda hoje os representantes do Supremo Tribunal, da Assembleia Nacional, das Forças Armadas e do corpo diplomático. Posteriormente deverá pronunciar-se sobre os acontecimentos de quinta-feira.

Recorde-se que, ontem, alguns militares revoltosos levaram a cabo uma tentativa de golpe de Estado na Guiné-Bissau. O primeiro-ministro tinha sido feito refém, assim como o chefe das Forças Armadas, Zamora Induta, que ainda está detido, tendo sido substituído nas suas funções pelo vice-chefe do Estado-Maior, António Injai, um dos responsáveis por esta movimentação militar.

MRA Alliance/Agências

Leave a Reply