Governo cria fundo de apoio à internacionalização da economia

O Conselho de Ministros vai aprovar amanhã, quinta-feira, o diploma que cria o Fundo de Apoio à Internacionalização e Exportações e que terá uma dotação financeira de 250 milhões de euros, anunciou o primeiro-ministro na abertura do debate quinzenal que está a decorrer na Assembleia da República.

Este Fundo visa, entre outros objectivos, aumentar a capacidade das empresas exportadoras, subir o número de empresas que exportam, diversificar os mercados de exportação e ainda aproveitar oportunidades de investimento que a actual conjuntura de crise criou em países como Espanha, Inglaterra ou Estados Unidos.

Num debate que tem por tema a economia a as exportações – e em que a oposição não deixará passar em branco o facto de o Banco de Portugal ter revisto em baixa as previsões de crescimento económico – José Sócrates adiantou ainda que aquele Fundo vai permitir reforçar os capitais necessários à internacionalização, uma vez que pode participar no capital de empresas que tenham projectos de promoção de vendas ao exterior. O Fundo poderá ainda ser usado para subscrever títulos de dívida ou concessão directa de crédito ou garantias a empresas.

Salientando a aposta do Governo na promoção das exportações e diversificação de mercado, o primeiro-ministro sublinhou o novo modelo de “concertação permanente” entre as empresas, os organismos públicos e a diplomacia portuguesa.

José Sócrates elencou ainda as várias medidas de apoio à internacionalização, como a nova linha PME Invest 5, as missões governamentais a diversos países e as 14 Lojas de Exportação que vão abrir em todo o país, a primeira das quais em Leiria, estando a inauguração marcada para a próxima semana.

MRA Alliance/Jornal de Notícias

Leave a Reply