Gestores da nacionalizada AIG com ordenados de um dólar/mês, durante 2009

O conglomerado segurador American International Group (AIG) congelou o pagamento de salários e eliminou os bónus aos sete executivos de topo da empresa, nacionalizada em Setembro após uma gestão ruinosa com investimentos e operações especulativas de alto risco. Segundo um comunicado da empresa, o presidente do conselho de administração, Edward Liddy, até ao final de 2009, vai receber o salário simbólico de um dólar por mês.

A medida, que se aplica a outros gestores de topo, visa satisfazer as exigências do Congresso de limitar drasticamente os astronómicos salários, prémios e bónus aos gestores responsáveis pelo colapso financeiro das empresas. A falência da naior seguradora estadunidense foi evitada através da injecção de dinheiro dos contribuintes. Desde Setembro, a AIG já consumiu USD 152 mil milhões/bilhões dos fundos de emergência que foram disponibilizados pelo Tesouro norte-americano.

As acções da AIG registaram, desde Janeiro, uma desvalorização de 97%, estando actualmente cotada na faixa dos USD 1,70-1,80 por título.

MRA Dep. Data Mining

Leave a Reply