Fitch adia revisão do rating da dívida portuguesa para Outubro

A Fitch vai decidir o eventual corte de ‘rating’ de Portugal, actualmente em ‘BBB’ com ‘outlook’ negativo, no quarto trimestre, revela a agência de notação financeira num relatório, citado pela Reuters.

A revisão da classificação da dívida da República terá em contra três aspectos: a melhoria das condições do fundo europeu de estabilização financeira (FEEF), anunciadas na cimeira do Eurogrupo de 21 de Julho, a primeira avaliação do programa de ajustamento financeiro por parte da Troika (em meados de Setembro), incluindo os progressos do plano de privatizações, e uma nova avaliação das perspectivas económicas e orçamentais de Portugal de médio prazo.

A agência de notação financeira sublinha que o “principal foco” na sua análise sobre Portugal será “a perspectiva de recuperação económica e o progresso em colocar as finanças públicas numa trajectória sustentável”.

Se tal não acontecer até 2013, a agência assumirá que Portugal precisará de um novo resgate, acompanhado de uma reestruturação da dívida, tal como aconteceu à Grécia. Por este motivo as agências Moody’s e Satandard & Poor’s cortaram o ‘rating’ grego para um nível próximo de incumprimento.

MRA Alliance/DE

Leave a Reply