Fed injecta mais USD 60 mil milhões/bilhões para reanimar mercado interbancário

Mercado interbancário norte-americano nos cuidados intensivosO banco emissor norte americano -Fed/Reserva Federal – anunciou hoje a injecção de mais USD 60 mm/bi no circuito interbancário. A recapitalização deste segmento – através do qual os bancos concedem empréstimos aos seus pares – destina-se a contrariar a persistente tendência das instituições para não disponibilizarem recursos entre si. Assim, agudiza-se a crise de liquidez que afecta o refinanciamento de curto prazo dos bancos mais atingidos pela súbita e prolongada retracção do crédito. O Fed reafirmou ser sua intenção continuar com os leilões de capital “durante o tempo que for necessário” para assegurar o financiamento do sistema. A fasquia das facilidades de crédito agora anunciadas subiu 50%, passando de USD 20 mm/bi para 30 mm/bi. As operações foram marcadas para os próximos dias 14 e 28 de Janeiro.

A medida indicia que anteriormente o montante da oferta de dinheiro fresco foi três vezes inferior à procura. Por outro lado, revela que os bancos se mostram reluctantes em procurar financiamentos de emergência directamente junto do Fed para que o mercado não se aperceba das suas dificuldades financeiras. A insuficiência de fundos de curto prazo sentida pelo sector tem vindo a agravar-se desde Agosto, na sequência do aumento dos incidentes de crédito no segmento hipotecário de alto risco – subprime.

O anúncio do Fed surgiu imediatamente a seguir à publicação dos desapontantes resultados do emprego norte-americano, em Dezembro. A taxa de desemprego aumentou para 5%. Menos emprego, menos consumo, dólar em queda livre e a profunda crise no mercado imobiliário, prenunciam a entrada em recessão da economia dos Estados Unidos. Porém o seu reconhecimento técnico continua a ser motivo de divisão entre analistas e economistas. (pvc/agências)

Leave a Reply