Évora vai ser capital do “cluster” aeronáutico português

Terrenos - Parque Aeronautico - ÉvoraO Presidente da Câmara de Évora, José Ernesto D’Oliveira, anunciou hoje que estão previstas mais três fábricas para o parque aeronáutico do concelho.

As três unidades, uma portuguesa e duas estrangeiras, serão subsidiárias da fábrica da construtora aeronáutica brasileira Embraer, cuja primeira pedra foi lançada esta manhã pelo primeiro-ministro, José Sócrates.

‘As negociações são concretas. Estamos neste momento a recolher informações e as empresas estão a estudar as condições financeiras’, afirmou o autarca.

As duas fábricas da Embraer, a construir no parque aeronáutico de Évora até 2011, representam um investimento 148 milhões e serão dedicadas ao fabrico de componentes – asas e caudas de avião – e assistência técnica aos jactos Legacy 450 e 500, construídos pela empresa brasileira.

As duas unidades irão criar cerca de 1500 postos de trabalho, 570 dos quais directos.

MRA Alliance/Agências 

Leave a Reply