EUA: Vendas de casas e confiança dos consumidores voltam a cair

Adensa-se o clima recessivo. Menos crescimento. Mais desemprego. Mais Inflação.O mercado imobiliário americano continua a ser a espada de Dâmocles sobre a economia global. O número de habitações vendidas caiu de novo, prolongando um persistente clima de recessão iniciado há 13 meses. Os dados foram divulgados hoje em Nova Iorque pela Associação Nacional de Agentes Imobiliários. As vendas registaram uma queda de 4,3% desde Julho. No mercado existem actualmente 5,5 milhões de casas à espera de compradores. Este número adensa as perspectivas de uma recessão económica no mercado consumidor mais importante do mundo. O temor de uma depressão económica e a perspectiva de mais inflação e desemprego derrubou igualmente o índice de confiança dos americanos no final do presente trimestre. Os resultados de um inquérito hoje divulgados ultrapassaram as piores previsões dos analistas, atingindo o valor mais baixo desde 2005. Segundo o instituto de pesquisa Conference Board, de Nova Iorque, o Índice de Confiança dos Consumidores, entre Agosto e Setembro, caiu 6 pontos (de 105.6 para 99.8). Este número situa-se 4.7 pontos abaixo das previsões (104,5). Trata-se do pior resultado desde Novembro de 2005 (98,3) , aquando do súbito aumento do gás e do petróleo que se seguiu à devastação das zonas costeiras do Golfo, pelos furacões Katrina e Rita. Estes dois indicadores, muito aguardados pelos analistas, transmitem más notícias aos mercados. A inevitabilidade de uma crise longa e duradoura começa a impôr-se nas principais praças financeiras do planeta.

Leave a Reply