Estado vai gastar este ano 1200 milhões com sector social

As instituições de solidariedade social (IPSS), misericórdias e mutualidades vão receber este ano um montante de 1.200 milhões de euros do Estado, que equivale a uma subida de 12% face a 2008.

Confrontado com o aumento da verba, o ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, Vieira da Silva, explicou que tal se deve à “expansão física da rede [PARES – Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais] e aos investimentos na melhoria da qualidade das instalações, nomeadamente no domínio da segurança”.

Os protocolos – assinados ontem entre Vieira da Silva e os presidentes da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS), da União das Mutualidades Portuguesas e da União das Misericórdias Portuguesas – contemplam mais de 15 mil acordos, vão abranger mais de três mil instituições e vão chegar a mais de meio milhão de utentes.

MRA Alliance/Agências

Leave a Reply